Acidentes envolvendo caminhões deixam 2 mortos e 1 ferido na Rodovia Anhanguera na região de Ribeirão Preto

Em Cravinhos (SP), caminhoneiro morreu após veículo bater na traseira de outro. Já em Orlândia (SP), carreta atravessou o canteiro central e caiu sobre carro, matando motorista na hora.

 Acidentes envolvendo caminhões deixam 2 mortos e 1 ferido na Rodovia Anhanguera na região de Ribeirão Preto

Dois acidentes deixaram dois mortos e um ferido na Rodovia Anhanguera (SP-330), próximo a Ribeirão Preto (SP), entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (5). O trecho no quilômetro 362,25 segue interditado e o trânsito está sendo desviado para o acostamento.

Segundo a Polícia Rodoviária, a primeira colisão ocorreu às 3h25, no quilômetro 289, em Cravinhos (SP). Um caminhão com placas de Bauru (SP) bateu na traseira de outro. O motorista ficou preso nas ferragens, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.



INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOTÍCIAS - BLOGON.COM.BR




O caminhoneiro que estava no veículo atingido não se feriu. Quatro viaturas dos bombeiros foram deslocadas ao local. Um investigador da Polícia Civil e um perito da Polícia Científica também estiveram na rodovia para apurar as causas da batida.

Por volta de 6h, outro acidente envolvendo um caminhão e um carro foi registrado próximo ao quilômetro 362,25 da Anhanguera, em Orlândia (SP). O condutor do carro morreu no local, antes mesmo de ser socorrido.

A Polícia Rodoviária informou que o caminhão carregado com peças de ferro seguia no sentido capital-interior, atravessou o canteiro central e caiu em um barranco, atingindo o carro na pista contrária. As causas da colisão não foram esclarecidas.





A frente do automóvel, que tem placas de Franca (SP), ficou destruída. O corpo do motorista foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). O caminhoneiro sofreu ferimentos leves e foi levado pelo Corpo de Bombeiros a um hospital em Orlândia.

Equipes da Polícia Rodoviária e da concessionária Autovias orientam os motoristas. A pista no sentido interior-capital segue interditada porque ainda há destroços no local. O trânsito está sendo desviado pelo acostamento e há lentidão.



RIBEIRÃO PRETO