Motociclista morre atropelado após bater na traseira de carro e ser arremessado para pista contrária, na T-7, diz polícia

Vítima tinha 45 anos. Motoristas que se envolveram no acidente, uma oficial de Justiça e um médico, não se feriram. Polícia investiga.

 Motociclista morre atropelado após bater na traseira de carro e ser arremessado para pista contrária, na T-7, diz polícia

Um motociclista de 45 anos morreu, na tarde desta quinta-feira (29), após bater na lateral traseira de um carro, ser arremessado para a faixa contrária e então ser atropelado por outro veículo, na avenida T-7, em Goiânia, informou a Polícia Civil. A vítima foi identificada como Cristiano Alves Pereira. O caso é investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict).



INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO




O acidente aconteceu por volta de 14h. De acordo com a assessoria da delegacia, Cristiano pilotava no sentido centro, assim como uma oficial de Justiça que dirigia um Logan branco. Na altura da T-27, ele acabou batendo contra o automóvel. A moto foi arremessada e caiu no canteiro central da via. O motociclista, na pista contrária, no sentido Jardim América.



Ainda segundo a assessoria da Dict, um médico dirigia uma caminhonete Volvo e não conseguiu evitar o atropelamento. Cristiano morreu no local. Quando o socorro chegou, apenas atestou o óbito.

O trânsito na região ficou lento. Os motoristas envolvidos no acidente não se feriram. A condutora do Logan estava assustada, informou a polícia.

Até as 16h30 ainda não havia sido concluída a perícia. A delegacia de trânsito informou que vai solicitar, a partir de segunda-feira (2), imagens de câmeras de segurança da região, para dar continuidade às investigações.

GOIAS